Circular de Oferta de Franquia (COF): entenda o que é, e qual sua importância

23/7/2021 | Franquias

Além da segurança jurídica, a COF acompanha a evolução do segmento de franchising brasileiro

Também conhecida como COF, a Circular de Oferta de Franquia passa a fazer parte da vida de todo empreendedor que deseja abrir uma franquia, seja qual for o segmento escolhido. 

Trata-se de um documento desenvolvido pelo próprio franqueador, cujo objetivo é apresentar as condições gerais do respectivo negócio, incluindo todos os aspectos legais, deveres e responsabilidades, tanto do proprietário da marca, quanto do futuro parceiro: o franqueado.

A Circular de Oferta de Franquia elaborada pela JORGE BISCHOFF foi desenvolvida de forma criteriosa, embasada em todo o histórico de atuação da rede, e nos números de performance comprovados ao longo deste período. Nela, constam todos detalhes da formatação do negócio.

Além disso, a COF contém as exigências previstas na Lei No 8.955 e é considerada um dos instrumentos mais utilizados judicialmente (caso necessário) pelo franqueador e pelo franqueado. 

Para a JORGE BISCHOFF, ter franqueados é assumir parcerias com transparência e identificação de propósitos. Por isso, a marca se preocupa em elaborar a Circular de Oferta de Franquia com todos os tópicos necessários, que facilitem a vida do franqueado e possam nortear a gestão dos negócios. 

Dada a importância desse documento, a JORGE BISCHOFF faz questão de estar disponível para esclarecimento de possíveis dúvidas do futuro franqueado.

E tem mais…

Além da sua importância legal, a COF acompanha a evolução do segmento de franchising brasileiro. 

Entre os principais pontos, estão:

1. Dados gerais das atividades realizadas pela JORGE BISCHOFF

2. História da grife

3. Balanços financeiros

4. Questões judiciais

5. Descrição da franquia e seu idealizador

6. Descrição geral do negócio e das atividades que deverão ser desempenhadas pelo futuro parceiro

7. O envolvimento necessário do franqueado e o perfil ideal para quem pretende gerir uma unidade JORGE BISCHOFF

8. Investimentos e taxas essenciais

9. Identificação do território escolhido para a implantação da loja, bem como suas condições de concorrência local

10. Descrição das obrigações do franqueado em utilizar produtos e serviços dos fornecedores apontados pelos administradores da marca

11. Suporte e supervisão oferecidos pela JORGE BISCHOFF, incluindo a escolha do ponto até os treinamentos fornecidos aos gerentes e colaboradores;

12. Cota mínima de compras;

13. Entre outros.

Para resumir, a COF é o cérebro das negociações no segmento de franchising! Com ela, o investidor interessado em uma franquia tem uma base concreta para decidir se a marca atende suas expectativas e também se está de acordo com suas disponibilidades financeiras. 

Se você está pensando em investir no segmento de franquias, em um setor que não para de apresentar bons resultados, e em parceria com uma marca que preza pela transparência e apoio em todo o processo, conheça o modelo JORGE BISCHOFF: https://bit.ly/3uvYtVg

Newsletter

Quer ficar por dentro de nossas atualizações?

Assine a nossa newsletter